Jovens do Nossa Cara participam de grande encontro da juventude durante a III Semana do Mar e o VII Festival da Mata Atlântica

acd9956729a0f04e8a8354e79bae68cb_L

Encontro culminou com a criação de um coletivo da juventude local, articulação histórica no município que reúne jovens lideranças de diversas organizações sociais

 

Entre os dias 8 e 10 de junho, os jovens do Projeto Nossa Cara: Juventude Caá.içara, idealizado pela ONG Gaiato e patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, estiveram reunidos com outros 70 jovens de Ubatuba para o Encontro Jovem TransforMar, promovido pelo Projeto Tamar.

A proposta do encontro, que integrou a III Semana do Mar e o VII Festival da Mata Atlântica, realizado pelo Projeto Tamar, Aquário de Ubatuba e Prefeitura Municipal, foi de sensibilizar, informar, promover debates, articular e incentivar a atuação cooperativa destes jovens em prol da conservação da zona costeira de Ubatuba e dos oceanos. Para tanto, estiveram reunidas 22 instituições, tanto do sistema de garantia de direitos da cidade, quanto da área da conservação ambiental, entre elas o Gaiato, por meio do Projeto Nossa Cara.

Durante os três dias de atividade, os jovens realizaram  diversas saídas a campo, tendo visitado o Aquário de Ubatuba, o Instituto Argonauta, o Parque Estadual da Ilha Anchieta e a sede do Tamar, que sediou o evento, oportunizando aos jovens uma profunda vivência sobre os oceanos e ofertando a eles espaços de convivência e criação de vínculos. “Me sinto privilegiada de estar aqui, não melhor, mas privilegiada. Achei esse encontro inspirador”, afirma Beatriz Alves dos Santos, 16 anos, participante do Nossa Cara, que participou das atividades. Ela conta que a oportunidade contribuiu para sua compreensão do cuidado que devemos ter com o meio ambiente. “A gente não precisa cuidar da natureza porque ela é bonita, a gente precisa cuidar porque a gente faz parte dela”, resume.

A iniciativa contribuiu com uma articulação histórica no município, que possui diversos projetos voltados para a juventude e para o meio ambiente, como o próprio Nossa Cara, mas que não dialogam entre si. É o que afirmam os organizadores do evento: “o Encontro Jovem Transformar foi um marco para a juventude de Ubatuba, para a conservação marinha e para a articulação entre as instituições participantes, não apenas por promover a atuação conjunta, mas por demonstrar que o meio ambiente engloba temas sociais, econômicos e políticos”.

Entre os resultados do encontro destaca-se o Plano de Ação Jovem Transformar, criado pelos jovens com ações individuais e coletivas. Alguns exemplos de iniciativas que os jovens se comprometeram a realizar estão: separar e destinar individualmente seu próprio lixo e apresentar na Câmara Municipal de Vereadores as ações elencadas no encontro.

Outra grande ação nascida no encontro e protagonizada pelos jovens foi a criação do Coletivo Jovem Transformar, um núcleo de reflexão e ação jovem, que conta com o apoio tanto do Tamar quanto do Gaiato para sediar os encontros e apoiar os jovens na articulação dos mesmos. “Buscamos dar informação, fomentar a reflexão, oportunizar a ação. Agora é com eles”, afirma Claudia Espinosa, Coordenadora do Programa Nosso Papel de Futuro, do Tamar, de onde surgiu a ideia do encontro. Os jovens já demonstram que o encontro do Transformar gerou frutos que irão muito além deste primeiro contato. Mobilizados, eles já estão numa intensa agenda de encontros, sem mediação das instituições. O último aconteceu há menos de uma semana.

Sobre a participação dos jovens do Nossa Cara ainda, Fabiana Carvalhal, assessora técnica do Projeto, avalia que o encontro foi muito positivo, entre outros motivos, por ter contribuído para que os jovens tivessem uma consciência maior da força deles como protagonistas na cidade. Atualmente os jovens estão em fase de multiplicação, espalhando os conhecimentos adquiridos com o projeto no ano de 2015 para outros adolescentes em escolas (públicas e privadas) e ONGs. Carvalhal conta ainda que os jovens foram muito elogiados no encontro por esta ação em espaços como a Guarda Mirim e o próprio Tamar. Também foram incentivados a levar a multiplicação para outros lugares, como a Escola Cooperativa de Ubatuba (Cooeduba) e a Fundação da Criança e do Adolescente de Ubatuba (Fundac).

Publicado em: http://www.tamoiosnews.com.br/portal/noticias/cidades/ubatuba/jovens-do-nossa-cara-participam-de-grande-encontro-da-juventude-durante-a-iii-semana-do-mar-e-o-vii-festival-da-mata-atlantica