Contação de História, palavras em movimento

Oficina dedicada a trabalhar expressão pessoal. Por meio de dinâmicas individuais e coletivas, a oficineira Claudia Oliveira trabalhou com os jovens a arte de contar histórias, tendo como referência a biografia dos próprios participantes do projeto. De forma bastante lúdica, os jovens foram instigados a compreender a multiplicidade de sentidos e interpretações que cabe numa simples história, trabalhar em grupo e a fazer triagem de informações adquiridas.

Num segundo momento, Claudia Oliveira levou a prática de contação de histórias para um campo muito mais vivo ao propor dinâmicas que contribuíram para que os participantes vivenciassem suas próprias memórias, as remontassem e as partilhassem com o grupo por meio de múltiplas formas de expressão. Trabalhando sempre de forma muito lúdica e criativa, a oficineira trouxe aos jovens uma autoconsciência maior e a noção de estarem todos enredados num coletivo. Ao final do dia os jovens foram convidados, em grupos, a elaborar uma apresentação que representasse suas observações da oficina de maneira livre e original.