Petrobras incentiva preservação de meio ambiente e cultura em Ubatuba

Originalmente publicada no Portal R3. Acesse clicando AQUI

O projeto Nossa Cara: Juventude Caá.içara, patrocinado pela Petrobras, já iniciou a formação de agentes em diversas comunidades de Ubatuba para atuarem nas áreas ambiental e cultural. Coordenado pela ONG Gaiato, a iniciativa é uma das 13 contempladas pela companhia no litoral paulista, por meio da Seleção Pública Comunidades.

Foram selecionadas 20 pessoas entre 15 e 20 anos, ao longo de todo o município, desde os bairros centrais até aldeias indígenas e comunidades quilombolas. “A ideia é desenvolver lideranças jovens comunitárias, que possam proporcionar a criação de redes de relações com motivação e criatividade, promovendo o resgate e a valorização das culturas tradicionais, além da preservação do meio ambiente”, explica a coordenadora do projeto, Mariza Tardelli.

A formação das lideranças acontece por meio de encontros semanais com a equipe do projeto, que incluem rodas de conversa, oficinas, percurso de trilhas ambientais, visitas às comunidades e conexão com outras iniciativas.

Os jovens já visitaram a comunidade quilombola da Fazenda (quilombodafazenda.org.br/) e aprenderam mais sobre a cultura e as formas de resistência dos negros que foram escravizados. Eles também dançaram, cantaram e sentaram junto à mesa com os caiçaras, experimentando e tomando gosto pela história, pela cultura e pela natureza do município. Os jovens ainda visitarão a Aldeia Boa Vista e outros locais importantes de Ubatuba. Aliada a estas vivências mais in loco, os jovens também recebem na sede da ONG GAIATO, formações sobre liderança comunitária, educomunicação, direito das crianças e adolescentes, entre outras temáticas. Iniciado em abril de 2015, o projeto tem dois anos de duração. Em 2016, os jovens multiplicarão o que aprenderam em escolas, comunidades e outros espaços de encontro na cidade.

Com 15 anos de idade, Beatriz Alves, é uma das participantes do projeto. Moradora do bairro Sumidouro, ela conta que está animada com as atividades porque “é caiçara e poderá aprender mais sobre a cultura da cidade”. Entre os diversos aspectos do projeto, a jovem destaca a oficina sobre o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

Os projetos patrocinados pela Petrobras no litoral de São Paulo terão investimentos de R$ 3,8 milhões, no período de dois anos, para iniciativas nos municípios de Iguape, Ubatuba, Cananéia, Ilhabela, Peruíbe, Bertioga, Caraguatatuba, São Sebastião, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Santos e São Vicente. No estado de São Paulo, esta iniciativa contemplou 32 projetos socioambientais de 26 cidades paulistas, somando R$ 9,2 milhões em investimentos.

Seleção pública Comunidades
A seleção pública Comunidades reflete, com caráter regional, as diretrizes e as linhas de atuação do Programa Petrobras Socioambiental. A iniciativa tem foco no desenvolvimento de projetos comunitários na área de influência das unidades da companhia. Dessa forma, a empresa reforça o compromisso de contribuir para o desenvolvimento das regiões onde atua e para o fortalecimento de atuação em rede de entidades parceiras por meio de capacitação, além de garantir a democratização do acesso de patrocínios e a transparência na definição dos projetos selecionados.